Comportamento

October 26, 2012

Peixe nórdico com bom feeling português

Bacalhau à Gomes de Sá 

Quem já teve a oportunidade de visitar Portugal, certamente provou umas das ex-líbris da gastronomia portuguesa, onde o bacalhau é o peixe rei! Por ser apaixonada por bacalhau, decidi dar-vos a conhecer esta que é uma das minhas receitas prediletas!

Vivendo em Berlim, as saudades de casa são sempre uma constante e pensar na gastronomia portuguesa deixa sempre “água na boca”. A sorte é que hoje em dia é fácil encontrar os ingredientes necessários para essa receita e fazê-la em qualquer parte do mundo, quase com aquele “gostinho de casa”.

Orgulhosos por afirmarem que existem 1001 maneiras de cozinhar bacalhau, os portugueses são das nacionalidades que mais consomem este peixe. O mais curioso é que o bacalhau vem da Noruega e não de Portugal. Bem sei que o bacalhau não é o peixe mais “convidativo” para comer. Tem um cheiro muito característico e é um peixe salgado por natureza (hello, mar?). Mas se for bem confecionado é simplesmente fenomenal!

O peixe nórdico mais famoso da gastronomia mundial

Este prato delicioso foi criado pelo cozinheiro José Luis Gomes de Sá, enquanto trabalhava no Restaurante Lisbonense, localizado no Porto. O cozinheiro Gomes de Sá faleceu em 1926, o que nos leva a crer que este prato é quase centenário.

Sendo uma fã incondicional de “boa comida”, estou sempre disponível para comer um Bacalhau à Gomes de Sá em qualquer altura… verão, primavera, outono ou inverno. Mas como esta receita é ligeiramente pesada, devido à combinação de batatas com os restantes ingredientes, é ideal para as estações mais frias.

 

Antes mesmo de começar a cozinhar, é importante saber que:

Escalde o Bacalhau

 

Para que o bacalhau fique bem macio, 1h antes de começar a preparar os ingredientes, escalde-o durante 3 minutos. 

Retire as espinhas, as peles e separe as lascas do bacalhau. Num recipiente, cubra as lascas com leite quente e deixe repousar durante 1h.

 

 

É hora de cozinhar

Vamos começar a nossa ação colocando as batatas com pele, previamentes lavadas, numa panela. Agora vão cozer em água e sal grosso durante 25 minutos. O importante é não deixar que cozam demais. Não queremos que elas se desmanchem/desfaçam na hora de cortar.

Batatas cozidas com casca

 

Após estarem cozidas, corte as batatas em rodelas e reserve de lado.

Corte as cebolas em meias luas e pique o alho. Adicione ambas num tacho com o azeite e deixe refugar até que as cebolas fiquem “transparentes”.

Ligue o forno a 200º.

 

Junte o Bacalhau ao refogado

 

Junte o bacalhau e as batatas ao tacho e envolva levemente com as cebolas e o alho. Não precisa misturar os ingredientes como um louco, mas sim envolver muito suavemente. Caso contrário ao invés de apresentar um prato bonito, mais vai parecer que seu prato veio da “batalha naval”, o que seria igualmente divertido, mas não quer que isso aconteça.

 

 

Batatas envolvidas com o Bacalhau e refogado

 

Agora sim chegou o momento tão desejado… feche os olhos e…

Prove o preparado e se necessário junte mais sal e pimenta a gosto.

Numa travessa coloque as batatas e os restantes ingredientes que estavam no tacho e leve ao forno durante 20-25 minutos.

 

 

Momento de decorar

Retire o tabuleiro do forno e enfeite com ovos cozidos, salsa picada e azeitonas pretas. Dê largas à sua imaginação e decore os pratos de diferentes maneiras! 

Guten Apetit!

Et voilá.. Bacalhau à Gomes de Sá

Receita para 4 pessoas:

  • 800g de bacalhau demolhado;
  • 1kg de batatas;
  • 3 ovos cozidos;
  • 3 dentes de alho;
  • 3 cebolas médias;
  • 2 dl de azeite;
  • 1 ramo de salsa;
  • Azeitonas pretas;
  • Sal a gosto;
  • Pimenta a gosto.
Imagens por saborintenso.com

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *